"Tal como Elvis, o mito e o culto vivem além da morte de Raul Seixas e aqui nos Estados Unidos a paixão de um ex-colaborador lança a última gravação do roqueiro bahiano que deixou marcas profundas na MPB."

De Atlanta
Pablo Cortes

Ninguém se iluda : a arte e a inquietação desse roqueiro ainda vão contar muitas histórias mundo afora. Tem disco novo de Raul Seixas na praça. Só que não é na Praca da Sé, nem da Apoteóse, nem na Castro Alves: é na praça do Tio Sam. Um CD Single idealizado, produzido e comercializado por Jay Vaquer, um filho de americano com brasileira, que esteve intimamente ligado a Raul desde 1970, quando o baiano era o mais competente produtor de música jovem na CBS.
Jay Vaquer conheceu Raul em Belém, quando foi para o Brasil fugindo da convocação para a Guerra do Vietnã. Lá conheceu e casou-se com Jane Duboc, que se tornaria anos mais tarde uma das melhores cantoras brasileiras. Durante as gravações do programa "Alô Brasil,Aquele Abraço", da Rede Globo, Jay Vaquer foi apresentado como atração e despertou a atenção do produtor Seixas, que o convidou para gravar na CBS. Desde então o trabalho de ambos se interligou e em todos os altos e baixos da carreira do roqueiro, Jay sempre esteve ao lado, como músico, parceiro, arranjador e amigo. Ao todo, Jay, que reside hoje em Columbus, Georgia, trabalhou em 8 albuns de Raul, dois deles antológicas homenagens ao rock and roll: "Os 24 maiores sucessos da era do rock" e "Raul Rock Seixas".
Nada mais natural que Jay tivesse em mãos uma gravação inédita de Raul, que é uma versao demo de seu clássico "Mosca na Sopa", gravado ao lado do próprio Jay e de Paulo Coelho. A música é o grande destaque do CD-Single que tem ainda "72 em 92" retirada do album "Entre dois Mundos" que foi vetado por Kika Seixas. Certamente há muitas outras jóias secretas de Raulzito, que se casou com Gloria, irmã de Jay e sempre teve no guitarrista brasileiro-americano seu melhor amigo. Essas "jóias" estão guardadas a sete chaves por Jay, entre elas o célebre satânico roteiro para um filme intitulado O Triangulo do Diabo, Opus 666.
No CD que está sendo vendido exclusivamente pela internet em WWW.CDBABY.COM/VAQUER há uma gravação única, a partir da demo-tape que antecedeu o lancamento do histórico "Krig-ha , Bandolo", disco que projetou o bahiano nacionalmente com sucessos como "Ouro de Tolo" , "Al Capone", "Mosca na Sopa", e "Metamorfose Ambulante". Justo nesta gravação, Raul e seu parceiro maior, o escritor Paulo Coelho, discutem as bases de seu trabalho em conjunto, que começaria naquele momento. Tudo isso está registrado por Jay Vaquer nesse histórico trabalho.
Ali, na versão ainda primitiva de "Mosca na Sopa", Raul Seixas deixa um recado claro e curiosamente profético do que foi sua passagem pela música brasileira. O rebelde que entrou no jogo, aprendeu as regras, ganhou dinheiro dominando o marketing da música para, logo em seguida, ser tragado por sua própria inteligência e fragilidade. A morte de Raul tirou da MPB um dos maiores exemplos de criatividade e vitalidade, um artista único que soube, ao mesmo tempo, brilhar como produtor na Jovem Guarda e ser um dos mais inovadores da nossa música.
O trabalho de Jay Vaquer na faixa que se segue é digno e só valoriza o lançamento.
Quem estiver interessado em se deliciar com a nova(ou velha) versão de "Mosca na Sopa" é so apertar o butao "BUY CD" e depois preencher seu endereço e dados do cartão de crédito. Esse lançamento acrescenta ainda mais elementos de discussão sobre "Seixasmania" que se desenvolveu ao longo dos últimos dez anos no Brasil, a ponto de, mesmo sem ter tido vendagens milionárias de seus discos, ter transformado Raul no alvo de adoração da mais extensa e dedicada rede de fã-clubes em todo o Brasil e em muitos países, como Inglaterra, Australia, Italia e Estados Unidos. Existem hoje módulos desses fã clubes em New York, Miami e Seattle, onde a obra do roqueiro é vista como uma das mais intensas e polêmicas de todas os que divulgaram o rock a nível mundial. No Brasil, Raul é considerado o " grande pai" do rock no país, citado como influência maior por 90% das bandas e vocalistas que surgiram no país a partir dos anos 80. Um legado impressionante para uma carreira, na verdade, tao curta.

Krig-Ha Bandolo! - http://jayvaquer.rockin.net/raul/ - Todos os Direitos Reservados®