* Nesta parte do site você vai encontrar textos e poesias , todas escritas por Costa Senna , tentando definir "O Raulseixismo".

" Ao anjo da Guarda
Que me leva
Que me tráz
Que me guia
Que me guarda
E que me fará resnacer
Em um outro amanha"

DECÁGOLO DO RAULSEIXISMO

1) Conhecer e reverenciar a obra do mestre.
2) Respeitar com suprema sinceridade sua filosofia.
3) Divulgar, ininterruptamente para todos os terranos , a luz da sua sabedoria.
4) Proclamar o Raulseixismo acima de qualquer altura e além da mais distante fronteira.
5) Purificar Raulseixisticamente nossa filosofia, aperfeiçoando a iluminação da sua lucidez em prol do espírito do homem , na firme convicção de que as duzentas e onze palavras crowleyanas que formam a Lei é a Lei do Forte, eterna alegria. É a nossa única lei.
6) Desgovernar-se de todos os padrões para ser governo de si, com verdade plena , de que todo homem e toda mulher é uma esatrela de brilho maior com absoluto direito de viver como quiser , escolher seu rumo e clarear seu próprio caminho.
7) Não fazer imitações, não cantar as músicas, não usar as letras , ou o que quer que seja de Raul Santos Seixas para o fortalecimento daqueles que pensam , única e exclusivamente , em lucro e poder , aproveitadores hipócritas e politiqueiros que se enaltecem sugando a esperança do povo.
8) Não parar. Insistir, batalhar, persistir, lutar e acreditar , até o último segundo de sua vida , na conquista do seu ideal.
9) Ouvir , curtir , sentir , compreender , transmitir e fazer entender , com clareza e eficiência , em qualquer tempo e espaço , as músicas do Raulzito.
10) Gritar, transcendentalmente , com o mais forte impulso do corpo e toda pureza da alva viva a sociedade alternativa.

CAMINHO QUE SIGO

Raul Seixas não morreu. Raulzito sabiamente fragmentou-se em milhões de particulas e cada uma delas se alojou nos corações de nossas consiências . Sua obra é a Brida que curto; caminho que sigo.
Raul Santos Seixas é o único livro que me deu todas as respostas das perguntas que eu fiz em todos os momentos. Hoje é bem maior de que tudo que passou. É uma luz propulsora de minha energia, fazendo-me entender melhor o valor das pequenas coisas e penetrar sem medo nos mistérios do universo.

O RAULSEIXISMO

Eu sempre vivi pensando como seria o mundo se todos tivessem a mesma comida , a mesma sociedade , o mesmo padrão de vida. Todo o sacrificio do homem é um prol da felicidade. Também sempre questionei e questiono as forças sobrenaturais - Deus e o Diabo. Não posso mentir para mim mesmo , respeito os dois , acredito que eles nunca me fizeram mal. Dentro de mim vivo numa infinita pesquisa. Como todos , sou mais um filósofo perdido no deserto dessas teorias ; as vezes até chego a pensar que tenho direito a sabedoria de comentar sobre isso.
Raul viveu eternamente brigando , tentando trazer a igualdade entre os homens ou , pelo menos , o direito de tentar ser feliz. Viveu sempre ignorando por esquerda e direita. Então , alguma coisa falou alto em meus ouvidos: Que Raul havia partido no seu discos voador para concientizar, acabar com esse conservadorismo, essa prosopopéia sobre Deus e o Diabo.
Esse lance de falar inglês, francês , alemão, espanhol , português , 'fode' a minha cuca. Ninguém nunca parou para observar que o nascimento do rock só fortaleceu o caminho da paz. O certo é que eu não acredito nesse lance de sociedades diferentes e preconceituosas.
Coloquei o mestre entre Deus e o Diabo já que esse filósofo lutou tanto aqui para planificar os homens. Tenho convicção de que, se lá existir desigualdade, ele está erguendo a nossa tão conhecida bandeira.

A Vela da Magia - (Poesia em que Costa Senna sita todas as músicas do Raul , desde o Raulzito e Os Panteras , até o Raul Seixas e Marcelo Nova).

Embarco nessa canoa
Num mar de filosofia
Onde Raul Seixas Rock
É a Vela da Magia.
Minha mente se desdobra
Pra descrever sua obra
Nas asas da poesia

Minha mente é quem me leva
Ao mais distante lugar
Onde passou Raul Seixas.
Ela irá me levar
Minha humildade inspiração
No título de cada cansão,
Levemente pousará.

Foi com Um minuto mais
Que o sonho despertou.
Cantou a Vera Verinha
Não sei se ela gostou.
Raulzito e os Panteras
Tentam achar as esferas
Do mundo do Rock and Roll.

Voce ainda pode sonhar
Menina de Amaralina
Também De-me Tua Mão.
Raul procurava a mina
Alice Maria e mais
Depois Me deixe em paz
Era o começo da sina.

E lá no Trem 103
A arte mais despertava.
Depois do Dorminhoco.
A mente se libertava.
Quando falo Eta Vida
Fazia crítica asssumida
Da terra que habitava.

Ao chegar do interior
Cantou a Sessão das Dez
Eu vou botar pra ferver
Já foi outra que ele fez
Na música Quero Ir
Dizia querer partir
Para a Bahia outra vez.

Aos trancos e barrancos.
Dr. Paxeco em seguida
A música Let Me Sing
Abre uma porta na vida.
O mestre Raul sabia
Que simplesmente saía
Do seu ponto de partida.

Por isso diz, Eu sou Eu,
Nicuri é o Diabo
E a Rock e Brilhantina
Monstrando está a cabo.
No Eterno Carnaval
Falou Hoje Tô Legal
É no rio de cabo a rabo.

Canta a Mosca na Sopa
Metarmofose Ambulante
A Dentadura Postiça
Se projeta a cada instante.
Nas minas do Rei Salomão
Ele fez a narração
De uma época distante.

A Hora do Trem passar
Disse Tudo já passou
E quando fez Al Capone
Jesus Cristo destacou
Sinatra , Cesár , então
Jimi Hendrix, Lampião
Também homenagiou.

Fez Como Eu Ia Saber
Que é How could I know em Inglês
Rockixe já vem mais forte
Citando o Diabo outra vez.
Compôs Cachorro Urubu
Em guerra contra o Zeú
No ano 73.

Quando fez Ouro de Tolo
Com seu disco voador
Vi lá a sombra sonora
A mente se iluminou
E aí Raul se zanga.
Fez O Caroço de Manga
Que ele mesmo chupou.

Loteria da Babilonia
Com os macetes do xadrez,
Em Super-Heróis uma
Possível estupidez
E logo na mesma curva
Perdeu o Medo da Chuva ,
Banhou-se de lucidez.

As Aventuras de Raul Seixas
na cidade de Thor
Quando canta Água Viva
Não sei qual delas a melhor.
Moleque Maravilhoso
Num sentido perigoso
Para não dizer pior.

Sociedade Alternativa
O Trem das Sete, SOS
Com Préludio e Gita
A harmonia florece
E saiba , se não sabia
Como a Vovó já dizia
Eterno apaluso merece.

Porque , Planos de Papel
E lá vai com Morungando
Fez , Um Som Para Laio
E um bater de segundo
O mestre voou cantando
Gritando, filosofando
O velho e o novo mundo.

Fez Se o Rádio Não Toca
E Vida a Prestação.
Lá na Não pare na pista
Diz mamãe , papai , irmão
Como lampião lutando
Raul partiu disparando
Filosofia e canção

Novamente ele gritando
A canção nao está perdida
A música Tente outra Vez
Um incentivo de vida
Tente , deseje profundo
Pra você pegar o mundo
Basta dar uma insistida

Compôs o Rock do Diabo
Lembrando da sua pança
Um porco vivo alcatra
Com muqueca de esperança
Eu não sei quem deu o toque
Mas Raul fazia Rock
Como quem guarda lembrança.

Fez A Maça destacando
A beleza do deitar
E na Eu sou Egoísta
Se assumem sem negar.
Na beleza do Caminhos
Mostrando que os caminhos
Levam ao mesmo lugar.

Quando canta Tu és o
MDC da minha vida
Cobra a presença de quem
Cura a sua ferida
No curso de agronomia
Numa aula de energia
Pensava tê-la perdida.

Então fala da Verdade
Sobre a Nostalgia
Em seguida A Paranóia
Mostrando outra energia
Dela vou me aproveitando
E para vocês formando
Uma estrofe de poesia.

Não esqueceu do Peixuxa
(O Amiguinho dos peixes)
Lá vou eu sobre as músicas
Se faltar uma me queixe
Ou não querendo falar
É melhor eu me tocar
Siga comigo ou me deixe.

Deus do céu É fim do Mês
Sunseed, Semente do Sol
Caminhos II, Novo Aeon
Que também fala de sol
O astro rei é bacana
E no final de semana
Sol é mar e futebol.

Como a cigarra que canta
No sopro do vento norte
O mestre soltou sua hino
Canto para a minha morte
Ou simplesmente ironia
Ou perfeira poesia
Para o destino e a sorte.

Caro Meu Amigo Pedro
Lembra Plínio seu irmão
Ave Maria da Rua
Virgem que linda canção
E Quando você crescer
Ligue o som para escolher
Qual toca seu coração

Se não conhece a obra
Vem comigo vou mostra
Ouça O Dia da Saudade,
Eu também vou reclamar
O homem é muito bonita
Ligue o seu toca fita
E deixe Os Números rodar.

Linda bela vezes linda
A Cantiga de Ninar
Eu Nasci Há dez Mil Anos Atrás
E Nasceu para trabalhar
Gritou ao firmamento
Não fico no apartamento
Esperando ela chegar

Abrace o Amor e Mágica
Uma profunda tradução
Depois de Tapanacara
Veio a lúcida piração
Nasce o Maluco Beleza
Essa eu tenho certeza
Bate em qualquer coração.

Quem não lembra mais O Dia
Em que A Terra Parou e
No fundo do quintal
da escola que estudou
Minha mente se desdobra
Eu quero Mesmo a obra
Que Raul Seixas deixou

Quem não conhece Eu Quero
e o Sapato 36
Você , Sim , Que Luz É Essa
Isso tudo o mestre fez
Se casi tu não saibas
Leia minha poesias
eu te ensino outra vez.

Fez De Cabeça Pra Baixo,
Judas e As Profecias
Quando compôs Tá Na Hora
Sonhando com que queiras
A reserva do hotel
A sua lua de mel
Foram meras fantasias

Saiu da Conserve Seu Medo
E entrou na Mata Virgem
Deixou a Pagando Brabo
Entrou em outro Vertigem
E na Magia de Amor
Do conde drácula falou
Como fosse sua origem

Como Todo mundo Explica
Eu também vou explicar
Veja o Raulseixismo
Começando a despertar
Um pouco de poesia
Telepática terapia
Pra Raulseixistizar.

Fez Ide A Mim Dada
Diz que não pode mentir
Diamante de Mendingo
Vê se você vai ouvir
Siga a trilogia
Na Ilha da Fantasia
A carca pode partir.

Cada mensagem do livro
Dou somente um toquinho
Sinta Na Rodoviária
Lembrança do bom vizinho
Parta pra qualquer lugar
Caminho sempre é caminho.

Por quem Os Sinos Dobram
Me responda direitinho
Lembre-se que tu é tu
Cada um é um caminho
Raul gritou nessa terra
Nunca Se Vence uma Guerra
Lutando Sozinho

O segredo do universo
Tem também Dá-lhe que dá
Lá vem o Movido a Álcool
Mas não vá se embriagar
E se você não gostou
Em Réquem Para Uma Flor
Garanto que vai gostar

Desvende Abre-te Sésamo ,
Aluga-se, Anos 80
Nas três tu vais entender
Que o sistema arrebenta
A estrutura do saco
É podre e muito fraco
Se rasga e não aguenta

Não é simplesmente Angela,
Conversa pra Boi Dormir
É mais uma linda música
Que fez pra você curtit.
Cantou Minha Viola
Viola , sola, consola
A quem pára pra ouvir.

Quem são essas mulheres
Que causaram tal façanha
Quem são as merecedoras
De inspiração tamanha
Mulher cria criadora
Musa mãe inspiradora
Desse Rock das Aranha

O mestre marcha avante
Levando o belo a vocês
Voe com a borboleta
O Conto do sábio Chinês
Sem qualquer sombra de queixas
Quem cultua Raul Seixas
Usa bem a lucidez

Ouça Só pra Variar
Também é muito legal
Baby e a Ê Meu Pai
no roteiro musical
para você descansar
Ligue o som pra escutar
A Beira do Pantanal

Ouça lá Raul gritando
Que o Diabo pode baixar
Vem gritando DDI
DD Interestelar
Raul aí veio de novo
Pedindo ação do povo
Que só vive a resmungar

A Coisa do Coração
Vem para o seu preparar
E a Coração Noturno
Amanhace Devagar
Em qualquer arrebol
Diga-lhe bom dia sol
Que ele vai lhe ajudar

Dane-se se não gostar
Da Se não Fosse o Cabral
Em seguida Quero Mais
O mais é sempre real
Fala em dor que tem cura
Beijo doce e rapadura
Oh rima celestial

Diz Raul que a mulher
É a gibóia do amor
Não tem fim, não tem começo
O fada Bruxa do Amor
O teu canto de sereia
Isso tudo é Lua Cheia
Luar mar de esplendor

O carimbador maluco
Pirou só de carimbar
Pra cada planeta um preço
Que você tem que pagar
Plunct , Plact, Zummm
Não Vai a Lugar Nenhum
Tem mais e que se mancar

Diz no Segredo do Universo
Que o dia não é real
Filho da lua e sol
Mostrando potencial
Segue idealizando
Compondo , Filosofando
A metafísica astral

Na Aquela Coisa diz Raul
Que é precisor tentar
Não plantou Capim Guiné
Ninguém quis lhe ajudar
Que loucura de menina
Esse tal de Babilina
Que ele foi se agarrar.

A que vem aí agora
É conhecida de vocês
Cabeça oca no lixo
Vi pela primeira vez
Não sei se você sacou
Eu viajo no metrô
Linha 743.

O Messias Indeciso
Na tarefa escolhida
Falando pra multidão
Com virtude decidida
Faça sua vontade
Pra ser feliz de verdade
Isto É A lei da Vida

Quase esqueci Meu Piano
Como que ia esquecer
Meu Deus é música demais
Que tenho de descrever
Que sentir o embaraço
Venha fazer o que faço
Para você mesmo ver.

Quero Ser o homem que sou,
Dizendo a Verdade
Fala da Canção do vento
As nuvens de tempestade
Com Mamãe Eu Não Queria
Raul mostra que fugia
Da obrigatoriedade.

Se não ouves Raul Seixas
Leia ao menos o que fiz
Tem a minha poesia
A terafa de um "release"
Garanto não te iludo
Saber um pouco de tudo
É meta Pra Ser Feliz.

Raul plantou a semente
E a juventude colheu
São mensagens infinitas
Muita gente recebeu
O positivo conduz
e a Geração da Luz
No coração entendeu

E disse Quando Acabar
O Maluco Sou Eu
Sou Louco Mas Sou Feliz
Em muita gente doeu
Sou Dono Do Meu Nariz
Mas Louco É quem me Diz
Essa você entendeu

Na Cowboy Fora Da Lei
Não ser se tu percebeu
Raul tenta dar um toque
Porque Tancredo Morreu
O povo não deu ouvido
E passou despercebido
Pouquíssima gente entendeu

Com a Paranóia II
Beco , lama , pó , esquina
Vejam Gita no inglês
Cabalache é Argentina
Loba quero escutar
Canceriano Sem Lar
Gente , Cantar me fascina

Olha lá Raul e outro
Procurando confusão
Gritando que É Muita Estrela
Pra Pouca Constelação
A Pedra do Gênesis sei
A Lei do forte é a lei
Os escravos servirão

Deu um Check-Up geral
Fazendo O Que o Diabo Gosta
Vou em Cavalos Calados
Cavalo não desencosta
Calado morre calado
Não transmite o recado
Nem ganha uma aposta

A versão No No Song
Chamou de todos atenção
Raul dizendo Não quero
Mais Andar na Contra Mão
Logo a turma comentou
Ou Raul Seixas pirou
Ou é pura gozação

I don't really need you anymore
Não sei escrever inglês
Senhora Dona Persona
Que é Pesadelo 3
Essa que vem é porreta
Areia da Ampulheta
Presentinho pra vocês

Viagem na Rock And Roll
O Carpinteiro do Universo
Raul mostra que queria
Virar o mundo ao avesso
Na humilde rebeldia
Divulgando o que sentia
Na linha de cada verso

O fim chama o princípio
Pra poder se encontrar
Neste Banquete de Lixo
Pode vir participar
Se acordar embriagado
Um part de coxas do lado
Tem mais é que aprontar

Vejam só o Pastor João
É a Igreja Invisível
Transforma cuspe em mel
tudo para ele é possivel
Só um besta aguenta
Vendendo sua água benta
Eta , pastor impossível

É final do século vinte
ouça o Século XXI
Nuit , O Best Seller
Raul não é qualquer um
Ouça tudo com cuidado
Cuidado muito cuidado
Pra não esquecer nenhum

E agora veja , Você roubou
Meu videocassete
Me prenda na estação
Como se eu fosse maquete
Você é tao Abusiva
Você é Tao possissiva
É tão metida e vedete.

Desde um minuto mais
até a Caimbra no Pé
Sào cento e cinquenta e quatro
Acredite se quiser
Viaje boa viajem
E o preço da passagem
Você sabe quanto é

Já cumpri o prometido
eis os títulos em poesia
A palavra tem mistério
Mistério tem fantasia
Se entende nossa arte
É porque você faz parte
Dessa Vela da Magia.

Cuidado

Essa gente
que não pensa como a gente,
não sorri como a gente,
xinga a gente, pisa na gente
condena a gente,
por não ter coragem
de viver como a gente

Essa gente não é gente.
É gente que não tem vida
tem vida mas não é gente
Minha gente,
cuidado com essa gente.

Krig-Ha Bandolo! - http://jayvaquer.rockin.net/raul/ - Todos os Direitos Reservados®